Um problema desde a infância

Por: Mariana Ferreira

Num desses dias chuvosos eu estava em um restaurante e uma menina negra, devia ter seus sete anos, estava sentada ao meu lado; estava com sua tia conversando animada sofre as frutas que gostava. Automaticamente aquela menina me fez lembrar a minha prima que tem a idade proxima da dela e é tão faladeira quanto; porém uma diferença notável existe entre elas.

Minha prima tem um black-power bem grande e a menina usava o cabelo alisado apesar dos dois serem crespos. Ao me pegar fazendo tal comparação comecei a refletir: será que a menina pediu para alisar o cabelo ou a família que alisou? Será que ela gosta desse cabelo? Entre muitas outras perguntas.

Após tais indagações eu comecei a pensar não só naquela menina mas em toda e qualquer menina ou mulher que sente vontade de mudar a si mesma só por que o mundo não aceita suas formas e diz qual é a forma correta.

Milhares de mulheres gordas fazem dietas milagrosas, se repudiam e se odeiam por não conseguirem ser magras. Milhares de mulheres negras queriam que seus cabelos fossem menos crespos ou que sua cor fosse mais clara. Milhares de mulheres baixas queriam que suas pernas fossem mais finas e alongadas com as de Gisele. O padrão imposto gera milhares de mulheres que se odeiam e se repudiam todos os dias.

O que era um almoço amigável com meu pai virou mais um dia de pensamentos e resoluções, mais um dia de pensar sobre a luta diária que é ser diferente em um mundo “padronizado”, mais um dia pensando sobre como é importante trabalhar a autoestima e se aceitar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s