Liberdade para quem?

Por: Mariana Ferreira

Só esse ano na mídia já foram dois,

Fora dela são milhões diariamente.

Quando vão parar de matar a gente?

Nossa luta não nasceu ontem!

Ela tem mais de 500 anos!

Foi contra nossa vontade que viemos!

E é contra nossa vontade que estamos!

Apanhamos diariamente.

Pois afinal como diria a grande Elza:

“A Carne mais barata do mercado é a carne negra”!

Nossa cor para você não vale nada,

Você nem percebe tudo o que a gente passa

Mas só a gente sabe a luta que é!

É preconceito atrás de preconceito.

Somos perseguidos ao entrar em algum local,

Trocam de lado na calçada ao nos ver,

Têm vergonha de nos apresentar para os pais

E o tempo todo tentam nos embranquecer.

“Alisa o cabelo, bota aparelho, afina o nariz”,

Tudo isso para o nossos traços não aparecem.

Mas agora tenho um recado triste para você:

A gente não vai se render!

Rafael, Marielle, Matheus, São representações da grande tirania

A chibata estala em nossas costas até hoje

Porém a força nos move!

Nós estamos presentes,

Estamos na luta, seguindo em frente!

Nosso tambor vibra,

Nosso grito ecoa

E nossa luta continua!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s